Gentílico: lontrense
Histórico de Lontra
Minas Gerais-MG

HISTÓRICO DO MUNICÍPIO DE LONTRA / MG

Lontra

Lontra tem sua história ligada aos tropeiros e boiadeiros que trafegavam em trilhas improvisadas, chamadas Estradas de Boi, com destino a Montes Claros, Januária e outras cidades circunvizinhas que serviam também de trilhas históricas dos personagens do Grande Sertão Veredas de Guimarães Rosa. Um pequeno animal que vivia nas proximidades de uma lagoa da região deu o nome ao município. Os primeiros habitantes a se fixarem aqui, por coincidência histórica, eram todos parceiros de uma só geração e contemporâneos do futuro, por isso não mediram esforços para viabilizar a criação do povoado. Com o poder da fé, construíram uma Capela, que ficava localizada na atual Praça Januário Veloso, bem como uma escola, e um cemitério. Sua cultura é marcada pela influência do rio São Francisco, expressando-se através da música sertaneja e regional, do artesanato de cerâmica, da produção de contistas, trovadores e poetas. Com a emancipação de São João da Ponte em 27 de maio de 1930, Lontra passou a pertencer ao novo município e foi elevada a condição de Vila do Distrito de Santo Antônio da Boa Vista. Em 1953 Lontra foi elevada à condição de Distrito, por esse fator ficou fazendo parte de sua jurisdição o povoado de Umbuzeiro. Naquele tempo Lontra era um povoado do distrito de São João da Ponte, por isso todos os impostos eram pagos naquele município e o povo fazia esse percurso normalmente no lombo de animais ou a pé. Como as terras eram doadas para a Santa (patrimônio da igreja) as pessoas iam se instalando no povoado. Essas pessoas chegavam com esperança de uma vida nova, uma vida melhor. O terreno era doado, embora para se instalar corretamente o proprietário ou morador teria que registrar essas terras com o Bispo e posteriormente documentá-las no cartório.O município de Lontra foi desmembrado de São João da Ponte e emancipado em 1992. Atualmente Lontra conta com 18 comunidades: Barreirinho, Brejão, Buritizinho, Extrema, Flores, Gangorra, Lagoa, Novo Horizonte, Palmital, Poção, Roçadinho, Santo Antônio, São José, Sussuapara, Tabocas, Tauá, Vila União e Distrito de Umbuzeiro.

fonte: IBGE